Indie game storeFree gamesFun gamesHorror games
Game developmentAssetsComics
SalesBundles
Jobs

Apresentações/Introduce yourself Sticky

A topic by dreamup created May 09, 2019 Views: 695 Replies: 79
Viewing posts 1 to 34
HostSubmitted (1 edit) (+6)

Olá a todas as novas caras deste nosso evento comunitário! Podem apresentar-se aqui falando um pouco sobre vocês, de onde vêm, para onde vão e quanto tempo é que falta :) Podem também partilhar o que esperam fazer nesta edição do #RPGenesis se tudo correr bem (e vai correr concerteza).
----------------

Hello, and welcome to our event. You can introduce yourself in this topic, tell us a little about yourselves, where you're from, where you're going and how long until then :). You can share  here what you're thinking of doing in this edition of #RPGénesis (if all goes well) (and it will).

Jam HostSubmitted (1 edit) (+8)

Olá, para quem não sabe eu sou a Ana (ou a Claudia, no Facebook), também conhecida como A Amiga da Onça, também conhecida como Lady Entropy, (e só para quem se lembra do fórum de Vampire: the Masquerade Portugal, também à muito tempo atrás conhecida como Madame DeGuil).

O RPGénesis foi uma ideia meia tresloucada minha e do Dreamup\Jogador Sonhador, pouco depois de eu ter descoberto o NaNoWriMo - e tinha vontade de fazer algo semelhante para RPGs (o que eu queria na realidade era fazer um jogo para o Dreamup mestrar para mim).  Mas como 1 mês de escrita e 50.000 palavras era demasiado brutal, ficamo-nos pelos 7 dias (como no mito da Criação).

Se bem que o primeiro RPGénesis teve 8 dias... mas shhh, n digam nada a ninguém. Nós eramos maus a matemática.

Tenho RPGs a mais (cerca de 500 - impressos), dados DEFINITIVAMENTE a mais (já deixem de contar quando cheguei aos 300), e juízo a menos.

---


Hi, for those who don't know me I'm Ana (or Claudia on Facebook), also known as A Amiga da Onça, also known as Lady Entropy (and  for the rare few who still remember the old Vampire: The Masquerade Portugal forums), once (long ago) known as Madame DeGuil).

RPGénesis was a fever-dream idea I imposed on Dreamup \ Jogador-Sonhador shortly after I discovered NaNoWriMo - and I wanted to be part of something similar for RPGs (okay, what I really wanted was to persuade Dreamup GM a very specific game for me). But since 1 month of writing and 50,000 words was far too demanding, we agreed in a deadline 7 days (as in the Christian creation myth).

Although the first RPGénesis actually lasted 8 days ... but shhh, don't tell anyone. We were awful at maths.

I own way too many RPGs (about 500 -  on printed format), DEFINITELY  too many dice (stop counting when I reached 300), and a considerable lack of good sense.

(+7)

Fico contente que o @dreamup tenha reacendido o projecto. Há uns anos cheguei mesmo a telefonar-lhe na tentativa de fazer o mesmo, mas ele não estava para aí virado.
Sou o Felisberto Lagartinha, tenho mais olhos que barriga e uma colecção de RPG por jogar. Gosto sobretudo da maneira como os jogos metem as pessoas a fazer naturalmente coisas que de outra maneira não se veriam a fazer ou sequer a imaginar. Sou Engenheiro do Ambiente de formação, Programador de Software de profissão e Designer de Jogos de vocação.

HostSubmitted(+2)

Mestre Lagartinha, como vai? :) Ainda bem que estamos cá todos. Que tal está a ser o teu pré-génesis?

o meu pré-génesis é até ao momento inteiramente dedicado a ignorar o génesis e toda a panóplia aliada aos RPG.

HostSubmitted

E então, que te aconteceu Lagartinha? Tens de ler o Fadário do Misticspell.

HostSubmitted (3 edits) (+5)

Olá novamente, eu sou o Ricardo Tavares do podcast Jogador-Sonhador, Rick Danger do abreojogo.com e agora dreamup no itch.io! Jogo RPGs desde 1998 e, junto com a Lady Entropy, organizamos o primeiro #RPGenesis em 2010. Desde então que espero secretamente que a comunidade Portuguesa tome conta do evento mas continuam-me a telefonar só a perguntar quando é o próximo ;) 

RPGs são o meu tipo de jogos favorito a seguir aos boardgames, jogos de computador e jogos de cartas que não sejam M:tG. Tento ajudar a organizar encontros aqui no Porto para qualquer pessoa poder aparecer e jogar, escrevo artigos para tentar perceber melhor o que andamos a fazer, gravo podcasts porque é um meio de comunicação que gosto de  explorar e crio os meus próprios jogos quando tenho ideias que não me deixam dormir à noite. Sou fácil de encontrar na internet onde ainda podemos ser pseudo-anónimos, nos twitters, discords, reddits, etc. 

Também trabalho como programador, toco guitarra como forma de reduzir o stress e não tenho nem de perto tantos livros como a Lady Entropy mas gosto de ler.

Não sei ainda o que vou fazer no #RPGenesis deste ano, pois tenho o problema inverso da maior parte dos participantes: tenho jogos a mais, nomeadamente de projectos criados justamente no #RPGenesis: Shinigami, Animais Como Nós, Tea Time, etc. Tenho de investir o meu tempo em aprimorar o que já tenho na gaveta antes de enfiar mais coisas lá para dentro. Espero também estar disponível para aqui ajudar outros RPGénios nas suas aventuras criativas.

---------------------


Hello again, my name is Ricardo Tavares and I like to make games. I've been playing RPGs since 1998 and, together with Lady Entropy, we've organized the first #RPGenesis in 2010. Since then, I've been secretly hoping for the community to take over but people keep asking me when is the next one ;)

RPGs are my favorite type of game right after boardgames, computer games and card games that are not M:tG. I try to organize events in my hometown for anyone to come by and play, I write articles to try to understand what we do better, I record podcasts because I love that medium and I create my own games when I have ideas that won't let me sleep at night. I'm easy to find on that side of the internet where we can still be pseudo-anonymous, the twitters, discords, reddits, etc.

I also work as a programmer, I play guitar as a way to reduce stress and I don't have even close as many books as Lady Entropy does but I do like to read.

Not really sure what I'm doing this year because I have kind of the opposite problem as other participants: I have too many games, namely from projects that started precisely in #RPGenesis. I need to invest my time into making those better before stuffing more things into my drawer. I also hope to be able to help other RPGeniuses in their creative endeavours.

Submitted(+6)

Boas! Chamo-me Francisco Duarte, e moro na zona de Aveiro. Tenho feito trabalho na indústria dos jogos e já criei duas aventuras para Dungeon Crawl Classics com os meus parceiros do The Keep Studios. Eu gostava de tentar desenvolver ideias novas, daí juntar-me a esta iniciativa.  Anseio também por ver o que todos vós irão criar! :D

HostSubmitted(+1)

Ainda bem que contamos contigo, Francisco. Já tens a coisa bem orientada ou mais-ou-menos?

Submitted(+2)

Boas! Eu tenho uma ideia firme do que quero fazer. A minha duvida prende-se mais com se isto pode realmente ser considerado um RPG, ou mais um boardgame com características de RPG. Falei com algumas pessoas no canal de Discord e o consenso parece ser que se houver enfâse em viver o papel de um personagem então tem algo de RPG, pelo que vou pegar por aí.  Espero testar as mecânicas base em breve, e depois envolver elementos mais piramente RPG na criação de personagens. 

Jam Host (3 edits) (+6)

Olá a todos! Eu sou o João Mariano, professor de Inglês e já jogo, leio e penso RPGs desde cerca de 1995. Originalmente de Setúbal vivo agora em Almeirim  facto que deu o nome ao blogue Sopa do RPG (infelizmente adormecido). Também cheguei a produzir um podcast chamado Ludonautas (e totalmente inspirado pelo do Jogador-Sonhador) que se tornou um vidcast com emissões em direto no Youtube. Além disso sou um dos fundadores do grupo de Roleplayers de Lisboa bem como ajudei a criar algumas comunidades portuguesas de RPGs nas redes sociais.

O RPGénesis foi a grande iniciativa que me impeliu a ir criando RPGs de mesa desde que participei na edição de 2011 com um projeto chamado Numis e mais tarde com o Cidade Obscura e de lá para cá acabei por criar mais uns quantos. De momento estou a desenvolver um jogo narrativo de criação de comics de super-heróis chamado Heróis Modernos.

Estejam à vontade para me contactarem online e para trocarmos impressões sobre os RPGs que estão a desenvolver ou outras questões que vos interessarem.

----
Hi there! I'm João Mariano, an English teacher from Portugal, and as I like to say I have been playing, reading, and thinking about tabletop roleplaying games since 1995. I'm from Setúbal but I live in Almeirim, next to Santarém. Besides creating a blog about RPGs (Sopa do RPG) back in the day I've also created a podcast called Ludonautas that eventually became a live vidcast on Youtube. I'm also a founder of the Roleplayers de Lisboa (a Lisbon-based RPG fan community) and helped create some roleplaying games communities on different social networks.

RPGénesis was in fact the community challenge that helped me to start creating RPGs since I entered it back in 2011 with a project called Numis. After that I even submitted another game called Cidade Obscura. Lately I've been working on a super-hero comic creating story game called Heróis Modernos. 

Please do reach me online in order to exchange some ideas about the projects you've been developing for RPGénesis and any other topics you would like to discuss. ;)

Jam HostSubmitted (1 edit) (+5)

Boas! Eu sou o André Tavares e dou os melhores abraços do mundo <3 
Quero ser designer de jogos e o RPGénesis é a oportunidade perfeita para desenvolver o ato de criação!  Sou produtor da plataforma Rola Iniciativa e co-fundador da produtora de jogos Maré Baixa - https://mare-baixa.itch.io

Um abraço <3

--

Greetings! My name is André Tavares and I give the very best hugs <3
I want to be a game designer and RPGenesis is the perfect opportunity to develop designing skills! I am a producer of the Rola Iniciativa RPG content creator platform and co-funder of the game publisher Maré Baixa - https://mare-baixa.itch.io

Hugs & loves <3



Submitted (1 edit) (+6)

Olá a todos. O meu nome é Cristiano e só recentemente descobri os TTRPG. Numa pesquisa de sistemas de combate para implementar num jogo informatico, a minha curiosidade fez com que entrasse neste mundo, despertando o meu espirito aventureiro.

A experiencia é reduzida e tem estado limitada aos canais de Discord do Rola Iniciativa e Roleplaying Games - Portugal, assim como sessões no encontro mensal de Roleplayers do Porto.

Confesso que estou apaixonado e pretendo entrar neste Jam na esperança de conseguir fazer algo a que se possa chamar TTRPG, mesmo sabendo que nada sei.

Forte abraço e boas aventuras RPGeisticas.

Cris

Hello all. My name is Cristiano and only recently I found the TTRPG. I was looking for a combat system to implemment in a computer game, and my curiosity made me enter this world, awakening my adventurer spirit.

My experience is short and it's limited to Discord channels of Rola Iniciativa and Roleplaying Games - Portugal, and some sessions in the monthly gathering of Roleplayers do Porto.

I confess I'm in loved and my goal is to enter this Jam hoping to make something that can be called a TTRPG, even with my short knowledge.

Strong hug and good RPG adventures.

Cris

(+6)

Olá a todos! Eu sou o André Rodrigues e entrei no hobbie dos RPGs pelo D&D (claro...) por volta de 2005.

Durante muito tempo tive curiosidade de experimentar outros jogos, e finalmente foi o Dungeon World que se revelou suficientemente tentador para vencer a inércia. Daí comecei a participar esporadicamente no grupo de Roleplayers de Lisboa, onde conheci o @jrmariano com quem experimentei vários jogos em pessoa e online (e a quem gosto de chamar, em jeito de brincadeira, "o gajo do RPG em Portugal").

Em 2015 mudei-me para a Dinamarca, o que me afastou da comunidade do RPG em Portugal, mas trouxe a oportunidade de experimentar outros géneros mais na veia do freeform LARP e dos story games.

Para a minha primeira participação no RPGénesis  tenho como ideia um jogo para 2 jogadores que intitulei tentativamente de "Nemesis".
O objectivo é guiar os jogadores na criação de duas personagens rivais cujas personalidades servem de contraponto uma à outra, e depois jogar para descobrir como é que essa rivalidade se vai resolver.

Não desejo boa sorte,  porque "100% não é um concurso", mas desejo muita inspiração a todos!

(1 edit) (+6)

Ola a todos! 

O meu nome é Rita Telhada e a minha experiência com RPGs é muitíssimo limitada. Comecei apenas há dois anos com D&D e o número de jogos diferentes que já experimentei ainda se conta nos dedinhos de uma única mão. Contudo, decidi aceder ao desafio do André Tavares e juntar-me a esta aventura. Quem sabe, poderá ser interessante ver o que alguém com experiência tão limitada se lembra de magicar!

Despeço-me com  um antecipado pedido de desculpas por todas as dúvidas tolas que, com toda a certeza, me surgirão durante esta demanda. Agradeço desde já a vossa paciência. Bom brainstorming pré-jam a todos!

HostSubmitted(+2)

Não tens nada que pedir desculpas, que tal está a correr o teu brainstorming pré-jam?

(1 edit) (+6)

Olá! Sou o Telmo. Tenho zero vírgula um experiência nisto tudo, mas "Stay Curious. Stay Goblin", que é o lema do projeto a que pertenço: Curious Goblin.

Hello! I am Telmo. I have close to zero experience in RPG, but "Stay Curious. Stay Goblin", which is the motto of the project I belong to: Curious Goblin.

HostSubmitted(+1)

Olá Telmo! E então já sabes que projecto vais criar para o #RPGenesis? Precisas de alguma ajuda?

(+2)

hi! nenhuma ideia :/ mas vou começar a ler sobre solo rpg, acho que pode ser um caminho de auto-descoberta criativa. também gostava de tirar partido da oficina (Curious Goblin) e adicionar algum material/físico a este desafio, mas vamos ver como corre. o # para o twitter é #rpgenesis ou #rpggenesis2019 ?

HostSubmitted(+1)

É #rpgenesis. Coincide com uma cena qualquer de GTA mas nós estávamos cá desde 2010 :)

(1 edit) (+6)

Boas,

O meu nome é André Ferreira (olá André!) e para além de achar que tenho piada, também sou jogador de RPG desde 2016 e tem sido sobretudo D&D (meu deus, que surpresa fantástica, nada diferente  se esperava dos dias de hoje). 

No último ano tenho tido mais interesse em RPG's fora de D&D, tanto para abrir horizontes como para tentar contar histórias fora do escopo da fantasia.
O primeiro jogo que mestrei fora de D&D foi Levante Ursal e depois Call of Cthulhu, estando agora a preparar-me para mais sessões do RPG com a pior sigla possível (Coc, sim eu sei piada infantil) e outras sessões de hacks de Lasers and Feelings e outros RPG's também (Zweihander e possívelmente Vampire The Masquerade).

É a primeira vez que começo a fazer algo em game design e as ideias já cá estão, é só passar para o papel eletrónico.


Neste momento, estou a ajudar a organizar os primeiros encontros do Grupo de Roleplayers de Cascais assim como já auxiliei na organização da parte de RPG do Cascais Games Vault.

HostSubmitted(+1)

Espectáculo, André, já fazes montes de cenas e coisas. Que tal está a correr a tua preparação para estes 7 dias de criação? 

Submitted(+6)

Olá, eu sou o Rui, e comecei nisto do rpg hoje. Vou participar com um jogo com cartas de Uno como gerador de aleatoriedade. Tenho algum receio das 5000 palavras e do deadline, porque me distraio facilmente e tenho dificuldade com prazos. Mas tenho muita vontade! 

HostSubmitted(+1)

Não tenhas receio, mestre Anselmo, só tens de gastar os pontos de experiência que já tens nestas andanças. Tudo preparadíssimo?

Submitted(+6)

Boas! Sou o Diogo e estou aqui em resposta ao desafio lançado pelo @scumbagDM. 

A minha base é muito de jogos de tabuleiro, sobretudo jogos de bluff e de estratégia, e estou a pensar trazer um pouco esta vertente para o jogo narrativo que irei criar durante o RPGenesis. Ideias tenho muitas e o dificil é escolher a melhor, mas para já estou a considerar criar um RPG não-cooperativo de estratégia militar. Vamos lá ver se resulta ou se terá de ser alterada/ajustada.

HostSubmitted(+2)

Boas, Diogo. A culpa é sempre do André, já estou a ver :) 
RPG estilo Diplomacy em que cada facção pré-determina o que vai fazer num mapa que não conhece totalmente?  Que tal está a correr este tempo de preparação?

Submitted(+2)

Sim vai ter algumas semelhanças, mas quanto ao combate estou a pensar fazer um pouco diferente. Está encaminhado! Ansioso que comece o desafio eheh

(+6)

Olar pessoas! Aqui é Fabiano "Chikago" Saccol, e sou GameDesigner direto do sul do Brasil. Já participei muito nas comunidades de RPG entre 2012-2016 e entrei em um hiato após alguns problemas pessoas (mulheres, obviamente). Bem, estou de volta! Eu sou co autor do UED - Você é a Resistência, e autor do Ultima Fortaleza (Boardgame) e Projeto:Memento (FATE). Estou criando na cabeça e rabiscando um cenário e sistema novos (baseados na 5E, Goddess Save the Queen e AW) sobre Cobaias Mutantes Foragidas que se tornam piratas em uma terra devastada. A capa eu já fiz ^_^ . Posto lá no post certo. Abraço e se precisarem de qualquer coisa, estou aqui!

HostSubmitted(+2)

Grande Fabiano, cá estamos nós outra vez :) Boa sorte para mais um projecto, espero que te divirtas. 

(+6)

Hello!

Bruno Ribeiro do Rola Iniciativa!

Também estou nesta aventura magnifica!

Espero que se divirtam tanto como eu me vou divertir!

HostSubmitted(+1)

Bem-vindo Bruno! Também espero que sim. Que tal estão a correr os preparativos? 

(+7)

Olá! Sanguinia aqui! Sendo uma pessoa que adora desenhar e criar os seus próprios mundos "mirambolásticos", achei que não podia deixar escapar esta oportunidade. Tenho pouquíssima experiência com este tipo de roleplay (apenas joguei Dungeons & Dragons e play-by-post [para quem não sabe é uma maneira de fazer roleplay estritamente escrita]), mas estou cheia de vontade de explorar e criar.  :)

Espero aprender muito convosco!

HostSubmitted(+1)

Olá Sanguinia! Mal posso esperar para ver que mundo mirambolástico vai sair do teu #RPGenesis. Que tal as expectativas, estás preparadíssima?

(1 edit) (+5)

Boas malta sou Fábio mais conhecido como o Pakux na Twitch e no YouTube sou uma pessoa com muitas ideias mas n sei como polas em prática

HostSubmitted(+2)

Olá Fábio, boas! Obrigado por aceitares este desafio. Já escolheste com que ideia vais avançar?

Submitted(+4)

Olá a tod@s, chamo-me João e sou de Setúbal. Comecei a jogar RPG há uns 25 anos com o João Mariano. Na altura uma caixa vermelha de AD&D que foi evoluindo para CoC e muito WoD. O mundo foi ficando mais pequeno com os amigos a partirem, a família a crescer e o trabalho a tomar conta do tempo que tinha disponível. Recentemente um evento de saúde mudou a minha vida e voltei a olhar para o passado e a forma como tinha tratado todos, amigos e família, de forma diferente. Vamos sempre a tempo não é? A morte próxima faz-nos sempre pensar ou repensar a vida.

Comecei a tentar jogar RPG novamente (desde os tempos passados era apenas leitor e colecionador com alguns momentos numa equipa no trabalho e através da rede) foi difícil. e virei-me para quem estava mais próximo - a família. Até hoje desenvolvi alguns jogos simples para jogar com crianças, nesta fase, resume-se a um jogo, pensado para imitar o racional infantil.

De resto gosto de jogos de tabuleiro, banda desenhada, livros, cinema, música e de estar com a família.

Nas redes não deambulo muito, afastei-me do facebook e ao twitter vou pouco e com pouca paciência, mas podem encontrar-me na mastodon, em particular na tabletop.social, dedicada a jogos de mesa (rpg e tabuleiro).

HostSubmitted(+1)

Olá, João. Obrigado por aceitares o desafio do #RPGenesis e partilhares um pouco da tua história pessoal. O teu RPG vai ser sobre guerras entre caracóis?  Ideia bem interessante, como é que estão a correr os teus preparativos? 

Submitted(+3)

Olá Ricardo.  O meu jogo tem a ver com caracóis e guerras, não somente entre caracóis mas em busca da Helix... a sua casca/casa... Até agora os preparativos estão meio "parados", o tempo tem sido inimigo a par do cansaço, mas, tenho o outline feito. Em traços gerais envolve caracóis... e lesmas.  O ambiente do jogo é estilo far west, não no sentido de índios e Cowboys mas no sentido de abandono desértico, colonialismo e pequenas cidades sem lei longe das metrópoles. Os caracóis são profundamente orientados por lendas e mitos inspirados na mitologia egípcia, mas sem ter nada ver :-). O resto são aventuras muito lentas...

Submitted (1 edit) (+7)

Hi, I'm Paul Czege. I've been designing and self-publishing RPGs for just over fifteen years. I don't know how well-known American RPGs are in Portugal, but if you know one of my games it's probably My Life with Master.

In the United States it's summer break from school for my not quite eight-year-old son, so ordinarily I wouldn't have time in early August for a game jam, but he's on a driving vacation with my sister-in-law to Disneyland for most of the dates of the jam, so I'll have time to do it.

I don't have a title for my game yet, but my idea is that it's about adventuring in a city with many social groups.

I'm excited about participating in a jam that isn't organized in the English-language design scene. I really like the creative presence of international designers on itch.io. There's lots of south-east Asian designers doing interesting things. A future that spans languages and cultures feels like an exciting future for RPGs.

HostSubmitted(+4)

Hello Paul, thank you for accepting our little challenge. Most Portuguese speakers you'll find here have no problems  writing in English, so feel free to talk to anyone. I'm going around seeing if anyone needs anything as we're getting ready for the jam. Will you be plotting your work beforehand or do you like to write by the seat of your pants? 

Submitted(+4)

Well, writing 5000 words in seven days is a big challenge. It's a big part of why I decided to do something that's more about experiencing an interesting city ⁠— because writing several thousand words of setting and situation in seven days is more achievable than designing and writing the same amount of mechanics. Five thousand words of mechanics is a substantial, mechanically complex game.

And then last night I used Google Translate on the thread where people linked to their submissions from prior years and saw that others had also found city exploration as their solution to the writing challenge.

But even still, I will need to do a lot of brainstorming prior to the start of writing. In order to hit five thousand words I'll need to generate a lot of inspiration. Years ago I read Julia Cameron's book, The Artist's Way, which encourages creators to do three pages of stream-of-consciousness writing every morning, as a way of letting their creative brain develop confidence and power. She calls them the "morning pages". I've been doing them for almost twenty years, pretty regularly. Mostly what I write is unremarkable garbage. Thoughts about sounds I can hear at the moment. Thoughts about what I need to get done that day. Frustrations about life. But I came up with the idea for My Life With Master in the morning pages back in 2002, and I brainstorm about other game ideas in them all the time. So for this project I expect to brainstorm all kinds of stuff, both mechanics and about the city, in hopes of generating enough quantity of inspiration to support five thousand words during the writing phase.

HostSubmitted(+3)

That's a cool approach. For people looking for advice, I generally also suggest getting a simple game down in just a few paragraphs and then focusing on the setting to get some word count going. But I've also gone completely against that advice in previous editions. Inspiration does have a way of taking you to unexpected places.

Submitted(+4)

Hello! I'm Robbie, and I've been playing Dungeons and Dragons for about 3 years now. I've also been developing an RPG system of my own for more than a year now called the GUTS+ System. For this jam, I'm thinking of creating an adventure module or something like that for GUTS+, which should be a big challenge for me considering that my only ideas for adventure modules so far are either way too big for me to even think of working on before I get more skilled or have already been written and would probably fall outside the scope of a game jam...

Anyway, I'm looking forward to giving it a shot and I'm excited to see what everyone comes up with!

HostSubmitted (1 edit) (+2)

Hello, Robbie, thanks for joining! The scope of #RPGenesis is for each participant to create a new RPG by writing at least five thousand words within a week. We're not making content for already existing games.

Submitted(+3)

Ah, I see, sorry about that! I guess that'll make it even harder haha. I'll do what I can!

Jam HostSubmitted(+2)

Welcome Alamantus!  You can also do an hack of an existing game. What about a simplified version of GUTS+ System? It could be GUTS+ Accelerated or GUTS+ Fast, or maybe a more compext version of it! You can work on top of what you already have <3 Good luck ! 

Submitted (1 edit) (+3)

Olá, eu sou o Raul (@raulranma no twitter). Sou brasileiro, trabalho com ilustração e design gráfico, e gosto muito de jogos de mesa (narrativos ou não).

Comecei no RPG através do Primeira Aventura, um livro brasileiro introdutório para o sistema d20 (até o 5º nível), e dali em diante comecei a tentar bolar minhas ideias de jogar coisas diferentes, apesar de só conhecer o que era tradicional (velhos tempos do "D&D de Naruto", hehe).

Já adulto conheci o Dungeon World (edição brasileira do coletivo Secular Games), e ele me abriu a porta para conhecer jogos indie e para a possibilidade de escrever jogos. Tenho tentado começar a participar mais das comunidades de RPG em português, vendo que a gente tem muita produção de qualidade na língua que falamos, e ela parece ter menos destaque do que merece.

Enfim, façamos jogos! õ/

----

Hi, I'm Raul (@raulranma on twitter). I'm a brazilian guy, work with illustration and graphic design, and I like tabletop games a lot (narrative or otherwise).

I started playing RPGs with Primeira Aventura, a brazilian intro book for the d20 system (up to level 5), and from then on started to try and make different things to play, although I only knew the traditional RPG scene (good old "Naruto D&D" times, heheh).

As an adult, I found Dungeon World (the brazilian edition by Secular Games), and it opened me up to get to know indie games, and the possibility of writing games. I've been trying to participate more in the portuguese-speaking RPG community, seeing that we have a lot of quality production in our spoken tongue, but it may not get the recognition it deserves.

Anyway, let's make games! õ/

Jam HostSubmitted(+4)

Oi, Raul, bemvindo ao nosso pequeno canto de loucura.

(+4)

Olá a todos! Sou o Encho, e escrevo do Brasil. Fui apresentado ao mundo dos RPGs já com um jogo improvisado, e desde então tive o interesse de criar novos jogos junto com o interesse de jogar. Trabalho com game design há mais de dez anos, mas comecei a criar jogos de contar histórias por volta de 2012 quando comecei a participar de concursos como o GameChef e o brasileiro Faça Você Mesmo. Inclusive já participei de algumas edições do RPGênesis no passado.

Estou distante da comunidade há alguns anos por problemas pessoais, mas, conforme o desejo de criar retorna, sinto a vontade de participar dos projetos que tenho maior apreço, e o RPGenesis figura entre um dos que mais tenho apreço.

Boa sorte a todos!

(1 edit) (+5)

Olá a todos. Me chamo Jairo, e já escrevo jogos de modo amador já faz alguns anos, dos recônditos do sul brasileiro.

Acompanho o RPGénesis desde os áureos tempos do Garagem RPG, e fiquei algum tempo isolado da comunidade. Como só estou retornando agora, vi no RPGénesis um exercício complementar aos meus estudos acerca de game design.

Saúdo a todos, e desde já aguardo pelos bons jogos da leva deste ano.

HostSubmitted(+2)

Olá Jairo, cá estamos nós outra vez e esta nova edição de facto está a ser um sucesso. Espero que te divirtas. 

(+4)

Diversão é consequência, caro Jogador. Fico feliz em ver o rolê indie unido de novo.

(+4)

Eu percebo uma tendência aqui vendo eu, o Jairo e o Encho repetindo  "fiquei um tempo fora por motivos pessoais". Bem, hora de abrir a janela e tomar um sol na cara, queridos! Lets rock and roll!

Jam HostSubmitted(+2)

Eu fiquei um tempo por fora do RPGénesis, mas não foi por motivos pessoais. Foi por preguiça mesmo.

(+1)

Meus "motivos pessoais" foram só ranço e preguiça, na real.

(+2)

É, eu ainda estou em tratamento, buscando novas alternativas.
Daí quando o corpo reage positivamente como agora, querendo trabalhar pra algo produtivo, a gente dá o passo adiante.
Esse RPGenesis será ótimo pra mim em muitos aspectos.

(+2)

Que bom cara. Quero ver esse(s) passos dados. Ao infinito e além bruxão! é nois que voa!

(+1)

Boa, Encho! Que você volte à ativa logo. ^^

Submitted(+4)

Olá. Sou Rafael Carneiro Vasques, ou Raca. Sou do Brasil, jogo RPG desde 1992 (?). Sou professor de sociologia e desenvolvi meu mestrado sobre RPG e educação. Organizo um clube de RPG na escola na qual dou aula e já estamos chegando ao décimo ano de atividades.

Escrevi um larp (sobre a expulsão dos jesuítas) que foi publicado na Revista Mais Dados. Atualmente estou coescrevendo um RPG que nasceu de um pedido do Douglas (fundador da Devir). Ele, inclusive, chegou a participar de uma reunião na minha casa, e estava bem empolgado com o jogo. Com a sua morte, a Devir perdeu o interesse e começamos a repensar o jogo. O jogo se chamaria Imaginaria, mas alteramos seu nome para Hybris RPG.

Atualmente tenho um canal no youtube sobre RPG e publico vídeos quando tenho algum tempo entre as provas que corrijo.

Ainda não tenho ideia para o jogo (minha cabeça está totalmente em Hybris), mas penso em resgatar uma ideia antiga sobre guerra e seus efeitos. Vejamos.

Jam HostSubmitted(+3)

Olá, Rafael, bemnvido.

Ter alguém a escrever um LARP é sempre excelente porque quantas mais coisas diferentes a nascerem deste projeto, melhor. Eu já organizo LARPs também, e acho que é um canto da industria muito substimado, e que exige um domínio muito bom de design para poder criar regras fáceis e sólidas.

Submitted(+2)

Olá. Tenho explorado o potencial educativo dos larps. Tive algumas experiências muito boas. Tenho um larp escrito sobre o fim da Guerra de Troia. Vejamos o que preparo para este evento. :)

(+6)

Olá.

Me chamo Cochise e estou tentando quebrar um hiato e tanto na minha relação com o rpg ao escrever algo neste não concurso.

Quero montar algo que fale das angústias sociais que vivemos hoje e possa ter algum efeito catártico. 

(+4)

Bom te ver aqui, querido! To me sentindo em 2012 novamente com tanta gente massa aparecendo e tanta gente nova com potencial

(+4)

Época mágica na vida de muita gente.

Bora fazer a magia voltar =]

(+5)

Hi my name is Julio Matos, and  I'm author of UED - You are the Resistance, Grim Hunt and The Order of the Last (both suplements for Dungeon World) but my original production in portuguese havemore tittles like: Goddess Save teh Queen, Bordeux, Bravos, Mestre dos Vigaristas and lots of prototype! I'm proud to participate of celebration like #RPGenesis where my first game had borned. Good luck for all!

Jam HostSubmitted(+3)

Oi, Julio! É bom ter-te de volta entre nós!

(+3)

Obrigado Ana :D

(+2)

apareceu né. Saudades querido! tocamos louco e fazemos acontecer!

Submitted(+5)

Hi. I'm Dan Maruschak. I live in Eugene, Oregon, USA. I've designed several RPGs as part of design contests over the years, but I haven't commercially published any yet.

The idea I'm working on for #RPGenesis is inspired by the story of Dr. Jekyll and Mr. Hyde. In the story Dr. Jekyll hints that his ideas about human nature containing both good and evil elements are just the beginning. He suspects that further study by others will reveal that humans are a bundle of disparate natures. My game (I'm still trying to think of a good title) will be about the colleagues and contemporaries of Jekyll who are studying this new and disreputable science, conducting their studies and experiments in pursuit of their own goals. Since the science involves manipulating the essences and nature of people there will likely be dramatic or horrifying results from some experiments, as Jekyll himself discovered. This is an idea I've toyed with before but never made progress on because the mechanics I was trying to use were too complex and cumbersome. I'm hoping that working on this as part of RPGenesis will help me take a fresh look at the idea and hopefully come up with a mechanical design that works.

Jam HostSubmitted (1 edit) (+4)

Hi, Dan, welcome to RPGénesis!

Interesting concept - are you thinking of using the "four humours" approach in regards to the "people's essences"?

In regarding to titles, that is normally something I struggle with (my first project only got a title one day before the end of the event) so feel free to ask for suggestions. It was a friend who helped me get my title.

Submitted(+3)

No, the essences will be more like freeform traits, like "violent" or "generous". Before I started writing I thought I was going to take some inspiration from a previous game I've written where the traits all have a positive and negative aspect (an example from that game: the "genius" trait had the positive aspect "clever" and the negative aspect "arrogant"), but as I've been thinking about it I'm not sure if that will work. I realized today as I started writing the game that my ideas about how I want the mechanics to work are still pretty fuzzy.

I definitely have trouble with titles, and I may ask for suggestions later in the week, but I want to focus on my mechanics first.

(+6)

Olá pessoal, me chamo Natan, sou brasileiro e já devem fazer uns dez anos que jogo. Nesse meio tempo colecionei muitos homebrews, protótipos de jogos e aventuras. Minha experiência é muito diversa tanto em questão de sistemas de regras, quanto temáticas e jogadores com quem tive o prazer partilhar uma mesa.

Quando encontrei esse evento senti que seria um bom momento para finalmente eu completar algum projeto e mostrar para alguém fora do meu circulo de amigos.  Espero que seja um pontapé inicial para que eu tenha coragem de terminar e lançar vários outros.

Estou desengavetando uma ideia que tive já há um tempo ao ver o anime Yakusoku no Neverland, lidando com a ideia de seres que se enquadram no arquétipo 'bicho papão', usando sentimentos de urgência, esgotamento e fuga. Pretendo usar bastante do folclore brasileiro como base para a ambientação do jogo. 

Jam HostSubmitted(+3)

Oi, Natan, bemvindo.

Vieste ao sítio certo - o objetivo desde evento sempre foi fazer a malta perder toda a vergonha na cara e fazer algo que tinha na gaveta à muito tempo.

Submitted(+5)

Hiya!!!! I'm Dusty. I'm an amateur tabletop dev, and all of my work has been published on itch! No commerical games yet ^^;

My idea is something I've been thinking about for a while, but have never actually started? It's inspired by the Hunter x Hunter Chimera Ant Arc, or more specifically, the character arcs that come forth during that arc. I'm very excited to work on it!!!!

Jam HostSubmitted(+3)

Hi, Dusty! Welcome to RPGénesis! I see you have quite a few games - incredibly impressive (even if they are not commercialized).

I'm very glad that this mad dash for creating a game in a ridiculously short timeframe is helping people to try concepts more off left centre that they get enthusiastic about. I look forward to reading your game (if possible).

(+2)

Hello! My name is Jason Clark. I've been playing RPGs for almost 30 years now. Mainly games like D&D, and Exalted. I'm used to doing heavy homebrew on all of them and have been very interested in working on my own games. I'm using RPGenesis to force myself into putting some of these ideas down on paper into a format that is actually playable instead of just wondering what if.
I also write science fiction and fantasy on the side, and work in construction sales as a day job.

Submitted (1 edit) (+2)

Hallo Creators! My name is Rowan Hansen! I've been playing roleplaying games since... basically childhood, back when they were just stories my friends and I made up in our imaginations as we ran around with Mighty Swords and Powerful Magics, fighting demons and rescuing people who needed rescuing. I got into D&D some time around middle school around early 2000, and I've explored a small variety of other games since. I'll be the first to admit I've nitpicked every single game system I've ever looked at... with the possibly soul exception of Eldritch Asskicking, which, to me, is perfect.

To be honest I have no confidence whatsoever in my ability to finish writing the RPG I want to write by the deadline, much less make it only 5000 words. As usual I think I've bitten off more than I can chew. That said, so far it seems like the "5000 words" part is going to be the harder one for me, so that at least means I've got plenty of ideas to spew out.

The RPG I'm trying to make is tentatively titled simply Shounen Action Hero RPG, or SH.A.H! for short. I might change it to Your Own Shounen Action Hero RPG, just so I can make the acronym Y.O.SH.A.H! because it fits the theme a little better. I'm trying to make a system that is both generalized enough that it can be used to fit any Shounen series' worldbuilding and power structures while also being modular and customizable enough that the specific flavor of those powers isn't lost or waved over. It's going... okay? I haven't written any examples of how the mechanics work, I haven't properly layed out how XP works, or added details about customization options on powers or background traits, and ALL OF THE NUMBERS ARE MADE UP, but... I DIDN'T COME THIS FAR JUST TO GIVE UP!

24 HOURS LEFT? SO WHAT!? BRING IT ON, RPGENESIS! I'LL DEFEAT YOU WITH EVERYTHING THAT I AM! WHO IN THE HELL DO YOU THINK I *chokes on weaboo*

HostSubmitted(+2)

I saw you joining just now, what a brave soul, Naruto would be proud. Best of luck in your heroic 24 hours! 

Olá a todos, primeiramente eu gostaria de me desculpar por me apresentar somente no último dia. Me chamo Caue Reigota, sou brasileiro de Sorocaba, interior de São Paulo, jogo RPG desde o século passado, tive algumas experiências de game design com criação de Larps mas esse é meu primeiro projeto de RPG.

Mas não estou sozinho nessa. Junto comigo estão:

Tadeu Rodrigues, também brasileiro de Sorocaba, Mestre em Jogos Narrativos, e criador de Larps, e

Guilherme Nascimento, brasileiro de Belo Horizonte, Minas Gerais, esse sim com experiência na criação de RPGs.

Espero que gostem do que temos pra oferecer.

Submitted

Opa, mande um abraço para o Barba. :)