Indie game storeFree gamesFun gamesHorror games
Game developmentAssetsComics
SalesBundles
Jobs
Tags

GuroGuru

43
Posts
1
Topics
11
Followers
57
Following
A member registered Oct 27, 2019 · View creator page →

Creator of

Recent community posts

Seus jogos têm um visual bem marcante, topster

That's a badass illusion! Amazing visuals, gotta check the engine out

(2 edits)

Extremely satisfying!

Visually impressive; lasers, smoke and explosions effects bring an atmosphere full of energy. 

Tight storyline and clever humor.

Dirigo also handles colossal enemies like a boss and his musical background certainly helped to came up with this powerful yet comfy (even a bit melancholic, would say) pace and ambience. 

Often felt powerful "G-String" and "Binary Domain" vibes, games I love.

A wild and stylish experience with punk rock attitude and a romantic heart beating loud and fast. Loved it!

Extremely polished level design and funny clever narrative! I was feeling that the indie game community is a bit overwhelmed by horror games but playing "No Snake Hotel" made think that horror comedy may be a good way to "burst" the horror bubble and unravel new possibilities and different stories/experiences. Great job!

i'll add "blood boy" as desired position in my next resumes haha 

Hahahaha

How did you guys develop this volumetric blood? The feel is awesome and very stylish! 

Highly engaging and comfortably challenging with charming retro graphics. Super tight controls, a masterclass in platform jumping.

(1 edit)

Jogo sombrio e atmosférico, com animação esplendida. Gameplay simples, profundamente narrativo e que te prende até o fim. Muito show, curti!

(1 edit)

Muito inteligente! Achei interessante como você adaptou uma gameplay estilo Hotline Miami (que eu amo) a um design mais próximo dos adventures point-and-click, o que foi inusitado (o ritmo de um gênero é completamente oposto ao do outro) e funcionou perfeitamente para contar a história sensível do jogo. As pitadas de humor também vieram muito bem a calhar (outra conexão que vejo com os clássicos point-and-click).

O jogo também manda muito bem na parte técnica. Um ponto forte da programação foi a consistência dos eventos e como o estado(s) do(s) mundo(s) reage perfeitamente, sem pontas soltas.

Para uma versão pós-jam eu não sugeriria muito, só algumas interações parecem travar na troca de personagens. Por exemplo, uma vez que estava jogando com o vermelho e interagi com a porta da garagem, acabei ficando preso nela, o que impediu com que eu jogasse como vermelho novamente.

Outra coisa que percebi foram as interações que exibem algum overlay na tela (a do tapete ou do quadro, por exemplo). Por exemplo, quando eu estava jogando com o azul, eu acabava perdendo o turno quando interagia com o tapete pois não conseguia "fechá-lo".

Mas enfim, o jogo está bom demais! Vou acompanhar para não perder nenhuma versão pós-jam que você possa lançar!

PS.: Ainda preciso conseguir fazer o segundo final aqui haha!
PS.2: Percebi agora que os bugs que apontei parecem já estar corrigidos na versão pós-jam; vou dar aquela olhada!

AA_Games2, concordo! O balanceamento ficou bem comprometido mesmo... Acabamos investindo muito tempo no roteiro e o algumas decisões de design acabaram sendo afetadas.

Muito obrigado pelo feedback e vlw por jogar!

(1 edit)

Opa, Lucas Câmara! Vlw pelo feedback, man.

Essas informações sobre as efeitos que duram mais turnos e que afetam o status do personagem são puro fake news acabaram ficando meio deslocadas mesmo. É que ambicionávamos criar um sistema de build pro player e efeitos colaterais para as cartas (stun, burn, etc...), mas acabamos não conseguindo fazer a tempo. Mas se rolar uma versão pós-jam (espero que role) estarão lá com certeza. Suas opiniões vão inclusive ajudar a gente a planejar esses sistemas melhor.

Vlw por jogar!

(1 edit)

Vlw, harpo! Muito obrigado por jogar.

(2 edits)

Wow, that's incredibly simple and clever! I'll give it a try, thanks! 👊👊👊

Cool! Is there a name for the sprite painting approach you used? Would love to search more about it.

Hardcore af, serious smack my b*tch up vibes, awesome movie references, trippy and vibrant.

(1 edit)

Ok, that's amazing! The gore is fantastic. Btw, are the sprites painted dynamically or will made all the death poses one by one?

PS.: A story mode with some exploration would be superb!

(3 edits)

Curti muito! Acho que você poderia continuar trabalhando nesse jogo no pós-jam e expandir a ideia. Algumas sugestões que eu acho que agregariam ao jogo seriam:

  •  Adicionar um tremor de câmera quando o inimigo sofrer um hit. Do jeito que está já é bem satisfatório, mas acredito que o efeito permitiria o player sentir mais o ataque.
  • No ataque da barra de espaço você tem que se posicionar antes de atacar. Muitas vezes eu apertei a barra de espaço e os direcionais juntos e o ataque acabou indo para uma direção que eu não esperava.
  • Acho que a adicionar um pequeno auto-aim ou snap para o ataque contribuiria pra uma gameplay ainda mais prazerosa.
  • Se você pudesse atingir os adversários com as balas deles acho que seria interessante também. Tem um jogo chamado Dreamscaper que tem um sistema de parry de projeteis extremamente satisfatório, recomendo dar uma olhada.
  • Você poderia investir em mais elementos de bullet hell para criar novos inimigos com mecânicas ainda mais variadas. Vale a pena dar uma olhada nuns Touhou da vida.
  • Acho que é só isso. Parabéns!

    Vocês definitivamente foram ambiciosos para uma jam de 7 dias haha! Respeito muito isso. Continuem o jogo, espero poder jogá-lo logo mais! Vou acompanhar o projeto no git

    Curto, mas com muita energia! É surpreendemente satisfatório descer a porrada nesse jogo haha! A sacada de tornar o personagem mais forte ao longo das lutas é interessante também.

    Achei difícil, mas o jogo é uma obra de arte. A vibe Hotline Miami misturada com essa paleta de cor de "algodão-doce" resultaram num estilo sensível e viajado ao mesmo tempo. O tema de rivalidade entre irmãos foi também uma escolha muito bem acertada, de uma delicadeza agradável. Quando eu cheguei no boss final e percebi que vocês usaram música adaptativa para os tiros fiquei realmente surpreso. Achei impressionante como numa jam tão curta vocês tiveram esse nível de apreço aos detalhes. Mandaram bem!

    Achei que eu não ia curtir, mas me cativou nos primeiros segundos de jogo! A ideia é muito boa e o cel shading ficou super elegante. É interessante ver um god game, que é um gênero inusitado, ainda mais misturado com jogo de cartas. Demais!

    (1 edit)

    Bom demais! Adorei o estilo do humor e a mistura dos gêneros. Acho que se o modo história tivesse uma IA pro adversário seria ainda mais legal. Eu adoraria ver um jogo maior do Reinaldo, talvez um metroidvania, mas que mantivesse as piadas e a variação.

    Esse jogo é fenomenal. Muito divertido e polido, arte e música impecáveis, e o design de personagens é hilário. A primeira vez que joguei os controles pareceram falhar um pouco, mas acho que foi cabacice minha porque na segunda rodou liso. Parabéns!

    Muito bom haha! A gameplay me pareceu meio caótica, mas foi mais porque eu tentei jogar sozinho. A música é muito divertida e os gráficos são extremamente charmosos. Adorei a introdução simulando um cartucho sendo carregado, ficou muito bem feita.

    Wonderful!

    Loved and stylish and charming retro art style, animations are awesome as well. The commands are responsive and the attack system is creative. But I better be quiet now... because we don't talk about the fight club (sandwich)!

    Lovely!

    Your creativity always impresses me!

    I believe the PS1 hardware couldn't handle some of these guys, but it would be 100% awesome. I was thinking about that while playing Pathogen X and Loveland.

    Thanks!

    Great! Clever puzzles, beautiful music and nice graphics. I believe a lighter executable would more suitable for the jam, allowing people to play it more easily.

    The controls felt a bit heavy for me, but is quite addicting. Enjoyed the sense of humour and dynamic lights.

    (1 edit)

    Surprising!

    Explosions are used as a cool mechanic, movements are smooth and the offscreen mechanic is creative and enhances the game a lot, giving a feel of progression.

    Smooth gameplay, nice song and challenging. Final boss is hard!

    Thanks for the resources, I will study them!

    Thanks!